O destino dos fracos possuidores de riquíssimas jazidas de petróleo

  

por Welinton Naveira e Silva

O destino da Líbia, já estava selado. Todos já sabiam. Continuará trágico e cruel, não será muito diferente do genocídio no Iraque. As invasões militares do Iraque e da Líbia, por acaso riquíssimas em petróleo, foram lideradas pelo mais temível bandoleiro de todos os tempos. Só mesmo o poder das armas nucleares pode detê-lo.

Em tempos de fartura, ele nunca respeitou ninguém. Com a atual grande crise econômica, séria e mortal, perdeu toda a preocupação que mantinha para com as aparências. Em alucinado desespero, necessitando como nunca de petróleo barato e de aquecer a sua desativada e poderosa indústria bélica, não teve dúvidas. Munido de meia dúzia de sórdidas mentiras, passou a assaltar a luz do dia, bem às vistas de todo o mundo.

Mas, incompetente e burro, quanto mais se envolve em atrocidades, mais se complica e afunda. Por exemplo, ao matar Kadafi, cometeu outro grande equívoco. Kadafi morto, tornou-se um mito, indestrutível. Tudo que um desgraçado povo precisa numa hora de extremo desespero e sofrimentos.

Mais uma vez. fica a lição para todos os possuidores de grandes reservas de riquezas naturais, principalmente petróleo: se preparem, enquanto há tempo.

Horror e festejos na morte sangrenta de Kadafi. Veja in Correio da Manhã

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s