Os piratas da telefonia cortam os telefones de hospitais e postos de saúde. Que o povo morra sem socorro médico

Em 2006, o Brasil foi empestado pelo Escândalo dos Sanguessugas, também conhecido como máfia das ambulâncias, que desviava dinheiro público para a compra de ambulâncias. Estavam nessa mutreta os deputados Ronivon Santiago, Nilton Capixaba e Carlos Rodrigues.

Agora temos as ambulâncias paradas. Não saem da garagem.
Tem gasolina? Tem.
Tem motorista? Tem.
Tem equipe médica? Tem.

Mas ninguém pode solicitar essas ambulâncias porque falta telefone. O interessado tem que ir lá nas escondidas garagens e solicitar pessoalmente.

Ou melhor explicado, falta dinheiro para contentar a ganância das multinacionais da telefonia.

Com as privatizações, manter funcionando uma central de telefone sai mais caro que comprar uma frota de ambulâncias, ou contratrar uma equipe de médicos, enfermeiros e motoristas.

Os municípios estão cortando os telefones de hospitais, postos de saúde, escolas e outros serviços essenciais. Foi no que deu a privatização da telefonia.

A onda dos leilões de privatização das empresas de energia escureceu as cidades. A iluminação pública também custa uma nota. Está falindo as prefeituras. As cidades hoje tem poste de iluminação bunda de vagalume. Uma iluminária bem fraquinha. É a escuridão da globalização unilateral. Que transformou o Brasil numa colônia internacional.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Um comentário sobre “Os piratas da telefonia cortam os telefones de hospitais e postos de saúde. Que o povo morra sem socorro médico”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s