O povo nas ruas contra a impunidade



“MCCE e sociedade civil contra a corrupção eleitoral e a impunidade – em 2012, xô corruptos – a favor do CNJ e da ficha limpa”, dizia um deles, fazendo alusão ao Conselho Nacional de Justiça e à lei que impede candidatura de políticos condenados pela Justiça. Informa hoje, na chamada de capa, a Gazeta de Alagoas.

O povo reclamou do judiciário. Havia inclusive cartazes e faixas de apoio à ministra Eliana Calmon, que denunciou o que todo mundo sabe: que existem bandidos togados. Assim seja dado mais poder ao CNJ – Conselho Nacional de Justiça para punir a justiça torta. E não tirar. E sabe o povo que a impunidade só faz aumentar a corrupção. E o STF não prende nenhum criminoso de colarinho (de) branco.

No mais, a grande imprensa censurou – como sempre faz – as faixas e cartazes. Cenas foram tiradas dos filmes. Fotos foram jogadas no lixo.

 

 

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s