A beleza de dançar Nei Duclós e Kafka


Espetáculo aborda a excessiva preocupação do homem com a imagem física

 
Nos próximos dias 16 e 17 de setembro (sexta e sábado), a Cia. Excaravelhas de Dança apresenta, no Teatro Municipal, o espetáculo “O Canto da Sereia”, no 11º Festival de Dança de Araraquara, numa realização da Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart.

Inspirado nas interpretações da “Lenda do canto das sereias”, de Nei Duclós e Franz Kafka, a proposta coreográfica do espetáculo “O Canto da Sereia” reflete sobre o conceito de imagem, sobre a vaidade, e seu potencial de manipulação do poder instintivo feminino, através da excessiva preocupação com a imagem física do ser humano.

O espetáculo – que tem como público alvo: adultos e jovens a partir de 14 anos – aborda o conceito do ter ao invés do ser, que aniquila a identidade, e o da obrigatoriedade de uma beleza padrão, de uma estética contemporânea construída artificialmente, cheia de enxertos, plásticas, artimanhas; onde as diversidades são anuladas modificando-as, e mascarando-as, aceitando a imposição social que nos diz que ninguém deve ser diferente.

Fazer parte desta humanidade primordial é entregar-se nestas águas infinitas, é a simbologia do entregar-se a este mar dos encantos e ilusões que aniquila nossa expressão de vida, nossa personalidade única, nossa essência. É a pasteurização do ser humano, onde diferenças e divergências não são aceitas.

GRUPO DAS EXCAREVELHAS
Com sua sede em Campinas há 11 anos, o Grupo das Excaravelhas vem circulando com seus espetáculos e workshops por diversas regiões do Brasil e já recebeu diversos prêmios importantes no cenário da dança, como o Funarte de Dança Klauss Vianna 2009, o FICC – Fundo de Investimentos Culturais de Campinas – 2004, VAI – Valorização de Iniciativas Culturais – 2004, 8° Cultura Inglesa Festival – entre outros.

Formado por Juliana Couto, Ló Guimarães e Milena Machado, essa companhia independente tem como principal característica de criação o humor crítico, apresentando situações cênicas que possibilitam envolvimento e proximidade da dança contemporânea com vários tipos de público, bem como explorando diversos tipos de espaço.

O espetáculo “O Canto da Sereia” dá continuidade ao desenvolvimento dessa descoberta do público junto à dança contemporânea, proporcionando uma oportunidade direta de reflexão através de um bate-papo conduzido pelo grupo ao fim de cada apresentação.

Além do espetáculo gratuito, a companhia oferece uma Oficina de Dança com foco no desenvolvimento da criatividade dos participantes, através da improvisação e da composição coreográfica em dança contemporânea. Com 25 vagas, o workshop será realizado na Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira, às 14 horas, na sexta-feira (16).

FICHA TÉCNICA
Direção/concepção: Ló Guimarães
Interpretação: Juliana M. Couto, Ló Guimarães e Milena Machado
Sonoplasta/operador de som: Isabela Razera e Katharine Diniz
Operador de luz/Desenho de luz: Darko Magalhães
Figurinista: Fernando Delabio
Consultoria de Produção: Cassiane Tomilhero
Produção Executiva e local: Isabela Razera e Katharine Diniz
Núcleo de Produção: Isabela Razera e Katharine Diniz

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s