Edson Vidigal, um ministro exemplar

Ministro Edson Vidigal

A revista de papel cuchê Veja, afro-brasileira, isto é, tem capital do apartheid, dos gorilas brancos da África do Sul, tentou chantagear o ministro Edson Vidigal, nome que honra a Justiça brasileira. É uma revista que faz jornalismo marrom, e com dinheiro sujo de sangue.

Publicou Veja uma manchete dúbia: “Não pode pairar a dúvida. O presidente do STJ é envolvido em casos que precisam ser esclarecidos”.

E tascou uma matéria safada para fabricar um escândalo sem crime. A matéria não enfocava uma suspeita específica. Havia um estoque de fatos relacionados a Vidigal – o que demonstrava, nitidamente, que se tratava de um dossiê especialmente preparado contra ele.

Veja vive de dossiês falsos. De sensacionalismo rasteiro. Coisa de puteiro. Leia

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s