ACUADO POVO BRASILEIRO

Eles roubam lá em cima.
Os quadrilheiros do crime organizado pela corrupção política. O chamado crime de colarinho (de) branco continua com o jeitinho brasileiro do enriquecimento ilícito e rápido.
E o povo acuado.

Eles roubam cá em baixo. Os bandidos pés-raspados.
E o povo acuado.

Todos dividem o butim com a polícia, com os advogados de porta de palácio e os advogados de porta de cadeia.
E o povo acuado.

O governo aumenta os juros para enricar os banqueiros agiotas e os prestamistas gananciosos.
E o povo acuado.

O governo aumenta os impostos para fazer caixa. O chamado déficit primário. Para pagar a vassalagem da dívida. Uma dívida que jamais foi auditada. Uma dívida do Brasil colônia internacional.
E o povo acuado.

O governo pede dinheiro emprestado para pagar super faturados serviços fantasmas, obras inacabadas, Coliseus e outros elefantes brancos.
E o povo acuado.

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s