Moody`s sobe a nota do Brasil, pelo alto grau de vassalagem

Corsários e piratas dão a nota máxima para o Brasil.
Os especuladores da bolsa de valores dão a nota máxima para o Brasil.
Os banqueiros agiotas dão a nota máxima para o Brasil.
Uma nota que representa o grau de satisfação deles.

Política do balancê

Ou da punheta econômica se faz no sobe e desce do dólar.

Comprar dólar pro dólar baixar.
Comprar dólar pro dólar subir.
O dólar tem que ser na medida. Como a chuva no Brasil.

Política do orgasmo

Eles gozam na variação. No baixar e subir. No subir e baixar. Do dólar oficial. Do dólar paralelo. Do câmbio negro.

Política do estupro

O Brasil perde dinheiro quando o dólar sobe.
E perde dinheiro quando o dólar baixa.
O Brasil não ganha uma.

A moeda do Brasil paralelo

O Brasil paga em dólar (quando o dólar está nas alturas) para os predadores.
Que nossa moeda não vale neca.
Não circula em país nenhum.

Uma dívida nunca auditada

Quando aumentam os juros sobre os juros, os banqueiros agiotas dão nota alta para o Brasil, trem pagador dos serviços essenciais lá no Primeiro Mundo, para as populações do G-20 e dos países atômicos.

Quanto maior a dívida, maior a nota da Moody`s.
Quanto mais se paga a dívida, maior a nota da Moody`s.
Quanto mais se paga a dívida, mais ela incha. Cresce que nem o bolo de Delfim Neto. É uma dívida fermento. Dívida balão. Dívida paga a ladrão. Dívida de país que paga proteção.

Moody`s, a Cerasa dos países pobres

A política punheta do sobe dólar, baixa dólar, faz uma minoria de novos ricos, milionários da noite pro dia, e de bilionários íntimos do rei.

Mas quando o dólar cai, o real não sobe nem com Viagra.
Assim quanto mais desvalorizado o real, maior a nota da Moody`s.

Quanto mais entreguismo,
privatizações,
desnacionalizações,
tráfico de moeda para os paraísos fiscais,
enriquecimento ilícito de ministros,
maior a nota da Moody`s.

Moody`s, o IPC dos países endividados

Hoje o Diário do Comércio repete recente entrevista de Fernando Henrique. De propaganda para novas privatizações:
“Deu um nó na infraestrutura. O cenário: aeroportos superlotados e defasados, estradas precárias, hidrovias e ferrovias abandonadas”.

“Governo arrecada muito e oferece pouco”

Quanto mais o Brasil arrecada impostos, maior a nota da Moody`s.
Quanto menos o governo investe em serviços para o povo, maior a nota da Moody`s.

Quanto mais o Brasil arrecada em impostos diretos e indiretos, para fazer déficit primário, isto é, economiza, para fazer caixa para pagar a dívida, maior a nota da Moody`s.

Brasil colônia

O Brasil voltou aos tempos coloniais.
Cada vez mais dependente das importações de alimento. De tudo que é necessário para a vida.
É o maior importador do mundo de

trigo,
água,
medicamentos,
sangue.

O quinto importador de arroz.
Importa até feijão.

Quanto mais dependente, maior a nota da Moody`s

O Brasil é o país das montadoras e oficinas.

Quanto mais vassalagem, maior a nota da Moody`s

Publicado por

Talis Andrade

Jornalista, professor universitário, poeta (13 livros publicados)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s